27 de setembro: dia nacional de doação de órgãos

27 de setembro: dia nacional de doação de órgãos no brasil

27 de setembro: dia nacional de doação de órgãos

O Brasil possui 45 mil pessoas na fila para transplante de órgãos como rim, fígado, coração e córneas, de acordo com dados de 2019 da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Outra instituição, a Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos (Adote) aponta que mais de 30% das pessoas que aguardam por um transplante de coração morrem na lista de espera.

Esses números significativos reforçam a importância de conscientizar a população a respeito da importância da doação de órgãos e como esse gesto pode salvar milhares de vidas, visto que, mais de 80% dos transplantes são realizados com sucesso (dados da Adote). Para alertar sobre o assunto, o dia 27 de setembro foi instituído como o Dia Nacional de Doação de Órgãos.

A doação de órgãos gera muitas dúvidas nas pessoas. Do que se trata esse procedimento, como funciona e como fazer para ser um doador são algumas delas. É importante entender que o transplante de órgãos é um procedimento cirúrgico que consiste na substituição de um órgão ou tecido de uma pessoa doente, que pode ser rim, pulmão, fígado, coração, pâncreas, ossos, córneas, medula óssea, por outro normal de um doador vivo ou morto.

Como se tornar um doador?

Para se tornar um doador de órgãos ou tecidos basta apenas ter mais de 18 anos e passar por uma avaliação médica na qual deverá constar que possui condições adequadas de saúde. A família deve ser avisada de que existe o desejo de ser doador de órgãos. Dessa forma, após a morte os familiares podem autorizar, por escrito, a retirada dos órgãos.

Uma informação importante a respeito do assunto é que o Brasil é referência mundial na área de transplante, com o maior sistema público de transplantes, sendo o 2º maior transplantador do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Alguns órgãos podem ser doados por uma pessoa viva enquanto outros somente após a morte. O transplante de coração, por exemplo, só pode ser realizado ao ser constatada a morte encefálica do paciente.

O que é morte encefálica e, por que ela é importante para doação de órgãos?

É constata a morte encefálica quando o paciente apresenta perda total e irreversível das funções cerebrais. De acordo com a Lei 9.434 a doação de órgãos pós-morte só pode ser realizada após a constatação da morte encefálica. Conforme citado no tópico anterior, isso só pode ser feito com a autorização de um familiar.

Quais órgãos podem ser doados em vida?

Qualquer pessoa que tenha interesse em realizar a doação de órgãos pode fazê-lo, desde que isso não prejudique a própria saúde. Os órgãos que podem ser doados nesses casos são rins, parte do fígado, medula óssea e parte do pulmão.

O Dia Nacional da Doação de Órgãos é uma data de suma importância para conscientizar a população sobre a importância deste que é um ato de amor e pode salvar muitas vidas. Milhares de pessoas aguardam na fila de espera todos os anos com a esperança de continuar vivo e ter qualidade de vida.

Somente um doador com morte encefálica pode ajudar até 14 pessoas com a doação das duas córneas, dois pulmões, dois rins, pâncreas, coração, pele, ossos, entre outros órgãos.

 

Referências:

http://saude.gov.br/saude-de-a-z/doacao-de-orgaos#:~:text=Doar órgãos é doar vida,um doador, vivo ou morto.

https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45850-brasil-registra-aumento-no-numero-de-transplantes-mais-dificeis-de-serem-realizados#:~:text=No geral, o Brasil manteve,período de 2018 (13.291).

https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2019/11/25/brasil-tem-45-mil-pessoas-na-fila-para-transplante-de-orgaos.ghtml[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

 

Confira:

Conheça nossos cursos na érea de socorro e resgate. Confira aqui.

A 22Brasil é um centro de treinamentos com certificação internacional nos EUA através da ASHI - American Safety & Health Institute, focada no atendimento Pré-Hospitalar.
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Pular para a barra de ferramentas